Engenharia Genetica

domingo, março 12, 2006

Manipulação Genética Provoca Ternura e Fidelidade



Ajudados pela manipulação genética, investigadores conseguiram tornar ratos mais ternos e fiéis para com as fêmeas. É a primeira que se consegue mudar o comportamento complexo de uma espécie aplicando-se terapia genética.

"A experiência está relatada na revista "Journal of Neuroscience". Cientistas da Universidade Emory, usaram um vírus para inserir um gene específico na área do cérebro de roedores que é responsável por sensações de recompensa e habituação. Nos seres humanos, essa área tem as mesmas funções, o que torna este estudo duplamente interessante e preocupante.

O investigador Larry Young, que participou no estudo, disse estarem interessados em saber como é que o cérebro estabelece as relações sociais para poder descobrir porque é que, em algumas doenças, como o autismo, as pessoas perdem o interesse pelas outras.Um especialista da Universidade de Bristol, citado pelo site da revista Nature, resumiu o que se fica a pensar depois de conhecer esta experiência: "É extraordinário e quase assustador como se pode mudar o comportamento relativo à relação entre seres, mudando um único receptor no cérebro".